Pesquisar este blog

sábado, 5 de julho de 2014

Cuidado com o Espírito de Jezebel - AUTO EXAME

Esta carta é de Vassula.
Ela nos lembra que é importante que se leia esta carta mais para auto exame e não para ficarmos apontando o dedo para os outros.

Cuidado com o Espírito de Jezebel 
Por Vassula Ryden

                                  

Introdução
Um motivo por que Deus criou o homem foi para provar a Satanás que não apenas estava na Sua verdadeira natureza querer comunicar Sua glória aos seres criados, mas que Ele podia deificá-lo, "como o Altíssimo", mesmo saindo do próprio pó da terra. Esta criatura se levantaria da sua origem lamacenta da matéria corruptível e seria exaltada às alturas supremas da divindade, tornando-se um deus por participação. É por isto que o homem no seu estado restaurado e santificado coloca-se acima do nível dos próprios anjos. Na liturgia Ortodoxa, nossa Santa Mãe pode ser chamada "a doçura dos anjos" e "mais alta que os céus" e "mais honorável que o Querubim e além de qualquer  comparação, mais gloriosa que o Serafim".
Mas nosso adversário, Satanás, desde o momento que Deus nos criou foi contra nós. Com inveja de que Deus nos tenha criado à Sua imagem e semelhança, nunca cessou de usar sua liberdade para colocar o homem à prova e tentá-lo a cair.

Hoje, o mundo não acredita na existência de Satanás como espírito do mal ou qualquer outro espírito do mal, nem acredita nas outras forças das trevas, que atormentam a criação de Deus. Aceitar que os espíritos malignos existem é já ter conquistado parte da batalha espiritual. Mas, Jesus nos preveniu que nos nossos dias o mais novo truque de Satanás é fazer as pessoas crerem que nem ele nem o inferno existem. Muitos cristãos hoje não estão cientes de sua presença nem da presença dos espíritos malignos, nem no aspecto físico das coisas nem no sentido espiritual, e do efeito que estes espíritos malignos exercer sobre nós. Assim, ao rejeitar a realidade, estamos dando a Satanás e seus anjos caídos liberdade para se moverem sem obstáculos e sem serem detectados. Satanás não é apenas uma forma de mal, nem uma energia, ou uma idéia, mas uma personalidade real com inteligência. Com ele estão hordas de outros espíritos malignos que estão na mesma batalha contra o Reino de Deus, que se fossem vistos fisicamente, escureceriam o sol.

Sabemos e temos aprendido que os espíritos malignos nunca ficam contentes de rondar pântanos e espaços livres, mas estão sempre tentando fazer sua morada num corpo e alma. Eles rondam procurando por "aberturas" e oportunidades para se alojar nas almas. Aparentemente, os demônios nunca ficam impressionados quando são exorcizados por pessoas tímidas ou efeminadas, possivelmente é por isto que encontramos na tradição da Igreja Ortodoxa a prática de literalmente soprar fora os demônios e cuspir neles. No rito batismal à pessoa que está sendo batizada lhe é pedido que sopre fora e cuspa em Satanás três vezes. Um Padre Ortodoxo disse sobre isto: "Que pena que alguns Padres tem descontinuado este costume, achando-o vulgar e de mau gosto! Oh, se eles soubessem que serviço prestam a Satanás! Ele decerto gosta muito de pessoas com tais qualidades de cortesia e refinamento, e aprecia sua cooperação...".

Um padre Ortodoxo Grego disse: A Igreja Ortodoxa tem obviamente uma viva percepção do diabo como um personagem invisível, que não somente procura tomar posse das almas e corpos dos homens, mas também habita nas coisas materiais como lares, certos cômodos, o ar e a água. Antes duma pessoa ser mergulhada na água batismal, a água é sempre exorcizada para que possa ser liberta dos poderes demoníacos. Por exemplo, o padre eleva uma oração a Deus para que "todos os fantasmas invisíveis do ar se afastem de nós e não permita que nenhum demônio das trevas se esconda nesta água, nós Vos pedimos, oh Senhor, e nem permita que sobre a pessoa que agora está sendo batizada, desça qualquer espírito maligno que traga consigo maus pensamentos e espírito de confusão."  Então ele sopra três vezes na água formando uma cruz e a abençoa com o sinal da cruz, colocando as mãos três vezes na água dizendo, "Pelo sinal de Vossa preciosa cruz, que todos os poderes do mal sejam quebrados".

Muitos Cristãos não estão cientes de que possam estar carregando um ou mais demônios. Jamais podem imaginar que qualquer doença física ou psicológica que estejam sofrendo possa ser causada pelos espíritos malignos que tenham se aninhado neles. Muitas desordens emocionais, neuroses, esgotamento nervoso, medos infundados, ansiedades, enxaquecas, dores de cabeça, asma, alergias e outras doenças frequentemente são causadas por um demônio que se aloja na alma e no corpo de uma pessoa. Nos nossos dias, se alguém lhes sugerisse tal coisa, iriam rir da idéia de ter um tal demônio ou iriam simplesmente achar que seus pensamentos são medievais, fora de época ou supersticiosos. Não crer em tal demônio ou mesmo ignorá-lo, apenas causaria mais dano, já que seria um convite para que este espírito maligno permanecesse sempre em nós.

Neste artigo enfocarei principalmente um espírito que é muito comum e é encontrado especialmente em círculos religiosos, mas também em escritórios, famílias e círculos de amigos. Podemos detectá-lo facilmente se conhecermos seu comportamento. É um produto da carne que abre a porta para um espírito maligno. É um comportamento que opera através de uma pessoa para controlar pelo uso de táticas dominadoras e intimidativas.  Quando está na igreja é para quebrar o fluxo do Espírito. O demônio odeia o fluxo profético de Deus, porque o ministério profético requer arrependimento e corta fora o mal sem dificuldade. O profeta sempre fala contra Jezebel. Além disso, as palavras proféticas vêm com poder criativo, o que torna o inimigo impotente. O fato de que Jezebel queria destruir Elias tem muito significado. O espírito de Jezebel odeia a intransigente voz profética. Ele consegue cumprir o seu plano com um profeta por perto. Entretanto, aqui, não falarei tanto da rainha Jezebel, casada com o Rei Acab, pois é daí que seu nome é tirado, porque podemos ler sobre sua historia nas Escrituras. Apenas escreverei sobre seu espírito.

As Jezebéis têm  uma personalidade formada pelo domínio de pensamentos demoníacos. Portanto, a pessoa tem que estar disposta a enfrentar a verdade crua e estar disposta a deixar Deus crucificar sua carne. Os desejos da carne devem estar sujeitos ao Espírito Santo diariamente para que a pessoa possa ser permanentemente livre.

Jesus tinha prevenido a Igreja de Thyatira sobre este espírito diabólico chamado Jezebel. O objetivo de Jezebel é silenciar os profetas de Deus porque ao fazê-lo, destrói o testemunho de Jesus, que é o espírito de profecia (Ap. 19,10). Afasta da verdade e das palavras de Nosso Senhor dadas a nós para o benefício da Sua Igreja, para seguir o que não vem de Deus. Especialista em imitar a Deus, pode desencaminhar muitos fiéis da verdadeira revelação profética que é dada pela graça de Deus. Uma vez que o espírito da Jezebel falsifica a unção profética em dons, chamados e autoridade, um líder profético será o alvo dum espírito de Jezebel, assim como o será uma Igreja na qual o espírito profético seja tido em alta estima. Uma Igreja profética e seus líderes devem dar-se conta de que se o espírito de Elias vai retornar, assim também seu contra-espírito - o espírito de Jezebel.

Nestes últimos dias o Espírito Santo tem nos feito perceber mais do que nunca este espírito maligno revelando-nos seu nome. Tinha se infiltrado em alguns de nossos grupos de oração no passado causando muito dano, frustração, brigas, e finalmente divisão e destruição, assim como na Associação da A Verdadeira Vida em Deus. Não deixava de penetrar também no bom trabalho da equipe de coordenação e atrapalhando-o, mas pela graça de Deus sempre conseguiremos discerni-lo e removê-lo de dentro dos nossos círculos antes que o dano seja feito. Tal qual o Anjo separando o joio do trigo, tenho a impressão de que estes são os tempos em que o Senhor está limpando Seu campo.
 
Cara a Cara com Jezebel
Durante estes últimos quatorze anos, quantas vezes tenho estado cara a cara com este espírito, mas sem conhecer seu nome! Tenho encontrado indivíduos carregando este espírito maligno nas minhas reuniões, durante encontros, em grupos de oração, e outros lugares. Quantas vezes tenho ouvido deles a clássica afirmação: "Sou igual a você. Tenho exatamente as mesmas experiências que você tem. Eu a compreendo. Deus me fala as mesmas coisas que fala para você", ou "Jesus está me dando mensagens muito semelhantes às suas. Devemos juntar forças e trabalhar juntas" ou, mais diretamente, "Jesus e a Virgem Maria me disseram que devemos trabalhar juntas". Alguns eram simples, mas igualmente letais, e diziam: "Nossa Senhora quer que você faça isto ou aquilo", indicando-me o que deveria estar fazendo. Estes comentários eram em forma verbal ou por escrito, chegando as minhas mãos diretamente ou através de amigos, uma mensagem escrita pelo "seu anjo" para mim, ou "de Jesus e Maria", muitos dos quais seriam ou lisonjeiros para tentar-me, ou fustigando-me por que os tinha rejeitado.

Um verdadeiro dom do Espírito Santo nunca se auto denomina, mas deixa que Deus permita que seja descoberto. Como é Seu trabalho e Ele tem a intenção de dirigi-lo, Ele tratará de que seja dado a conhecer a seu tempo. Se alguém tem um chamado genuíno de Deus, as pessoas o reconhecerão. Mas, muitos a quem não foi dado o dom da profecia, saem por aí usando um crachá sua lapela.

Um dia, enquanto estava em trânsito em Nice aguardando pelo meu vôo, aproximou-se de mim uma jovem senhora que aparentemente tinha me reconhecido. Disse que tinha lido as inspirações da AVVD e estava encantada com seu conteúdo. Justo antes de afastar-se tirou seu cartão pessoal com seu nome; logo abaixo estava sua profissão. Dizia: "Mensageira de Deus". Como é que pode!

Muito recentemente tivemos que enfrentar este espírito maligno de novo em vários lugares diferentes. Graças à ajuda de Pe. Abberton e Pe. Sullivan, este espírito maligno foi tratado com grande sucesso, mas não sem uma boa briga. Infelizmente até hoje, aqueles que o carregavam, aos quais fora pedido que participassem de orações de libertação e cura não o fizeram. É muito difícil dobrar o orgulho dentro deles ou submeter o próprio ego. Aqueles que disseram que foram às orações de libertação, foram pouco convencidos de que estavam carregando este espírito; negar que o estão carregando não ajuda muito porque bloqueiam a si mesmos contra o Espírito Santo que está pronto para curá-los.

Ao auto denominar "profetiza", Jezebel estava ensinando e liderando os fiéis de Deus pelo caminho do mal. Através dos séculos, ela tem estado por aí, procurando atacar o ministério profético dado a uma pessoa ou a uma Igreja. Onde o dom da profecia está presente, pode ter certeza que  mais cedo ou mais tarde o espírito de Jezebel se manifestará. Às vezes duvido que a pessoa que carrega o espírito de Jezebel tenha qualquer noção de que ele ou ela o carrega, já que esta pessoa está determinada a alcançar seu objetivo a qualquer preço.

Provavelmente o mais enganador para muitos é que Jezebel era religiosa e fazia coisas religiosas. Ela era a filha de Ethbaal, que quer dizer com Baal. Ela converteu seu marido Acab para seguir Baal. Acab casou com ela contra a vontade de Deus. O nome Jezebel especificamente significa "sem moradia ou habitação". Uma real explicação de Jezebel pode claramente ser descrita como a adoração de si mesma.

Algumas Características de Jezebel
 
A clara batalha com o espírito de Jezebel está sobre as pessoas. Na igreja aquele espírito deseja reinar e controlar as pessoas de Deus. Se não formos pessoas de firme decisão, cairemos sob o encantamento do espírito de Jezebel. Ela é forte apoiadora e pesadamente influente nas organizações religiosas, assim como políticas. Enquanto Jezebel é religiosa, ela brande seu falso poder contra o verdadeiro fluxo profético de Deus. Ela odeia os profetas e todo o ministério profético. Especificamente, ela odeia o arrependimento, a humildade e as orações intercessoras, porque elas destroem suas fortalezas de teimosia e orgulho.

As Jezebels adoram projetar uma imagem de poder que elas não possuem. É baseado na intimidação, de forma a obscurecer as mentes daqueles que desejam subjugar. Muito freqüentemente esse espírito tenta usar sua influência: Na Igreja - "Se você tomar esta medida, retiraremos nossa contribuição". Ou, "Submeta-se a mim, ou você não terá cobertura espiritual". Nas organizações espirituais, - "Se você não vê a coisa do meu jeito, eu simplesmente me retiro e você terá que se virar sem mim, e todo o trabalho que eu fiz, fica comigo". Sim, se não seguimos sua orientação, haverá conseqüências. A intimidação sempre procura convencer a pessoa através de ameaças. Este uso do temor coloca a vítima sob seu controle por medo de perder alguma coisa que lhe é preciosa. Isto é chantagem e não corresponde ao amor de Deus, porque estes são canais impróprios: o uso de poder ilegítimo e autoridade, projeção de poder que não cabe a nós usar. Isto não quer dizer que a pessoa não deva assumir uma atitude, mas que isto deve ser feito pelos canais próprios. A manipulação, intimidação e dominação de outro ser humano são usos escancarados de controle e autoridade ilegítima.

Nos primeiros estágios do meu testemunho quando ainda na Suíça fui abordada por uma senhora que parecia bem gentil e disposta a prestar alguma ajuda na tradução francesa. Como ainda não tinha ninguém, aceitei sua oferta. Seu marido trabalhava numa escola e era professor de Literatura Francesa. Parecia ser a pessoa certa para traduzir já que seu marido poderia dar alguma ajuda ao que ela traduzisse. Mas após ler o texto traduzido que me entregaram, descobri que a terminologia era longe de ser terminologia bíblica. As palavras claras e simples de Jesus foram convertidas em literatura francesa, perdendo o toque de intimidade. Como sabemos, a AVVD tem de fato um elo muito próximo com a terminologia das Escrituras. De fato, contém muitas citações das Escrituras. Tomei a liberdade de alterar certas palavras que eram bíblicas, retirando-as da Bíblia Francesa.  Quando ela ficou sabendo que eu tinha me atrevido a interferir no que ela chamou de "seu" trabalho, fui ameaçada e acusada de interferir no que ela dizia ser Francês perfeito,  tratando-me como uma pessoa ignorante que não conhecia o idioma francês refinado, lembrando me que seu marido era professor de Literatura Francesa, etc. Me escreveu uma dura carta dizendo que, ou eles faziam à sua maneira, sem que eu alterasse seu linguajar, colocando-o em termos bíblicos, ou eles cairiam fora. Após consultar meu confessor, ele me aconselhou que os deixasse ir.

Liguei para ela dizendo que eu não aceitava o que ela tinha dito. Frustrada, me pediu que lhe devolvesse seu manuscrito traduzido. Imediatamente, me virei para Nosso Senhor e Lhe pedi que me mandasse um tradutor. Essa mesma tarde Lucien Lombard telefonou me perguntando se podia fazer algum trabalho, quem sabe, traduções? É assim que Nosso Senhor trabalha. Se um instrumento falha, Ele o substitui. Não há problema.

Esta senhora então, tendo parado  com o trabalho das traduções, escreveu seu próprio livro de "mensagens divinas". Foi para Bélgica e os fez imprimir. O espírito de Jezebel é também vingativo. Ela começou a aproximar-se de muitos de meus amigos para dizer-lhes como eu era má e que ela também tinha visões. Em uma das suas visões, ela disse, viu Padre Pio que lhe indicava que eu era de fato muito má e que eu era uma falsa profeta. Como isto não era suficiente para ficar quite comigo, ela abriu um "website" contra a AVVD. Sua missão era destruir o fluxo profético de Deus. Que eu saiba, seu "site" ainda está lá.


Várias Outras Características de Jezebel: Fingindo-se de Mestre, Fingindo-se de Mártir
Auto piedade é claramente uma resignação consciente, e render-se a mentalidade de vítima. "Quando você se vê como vítima, você entra, literalmente em pecado com Jezebel, porque você não está resistindo a ela", diz um livro sobre o espírito de Jezebel. Falam de amor fraterno, mas fazem exatamente o contrário, consciente ou inconscientemente. Este "amor" não é um amor divino, nem mesmo um amor humano refinado. Ao contrário, é um amor totalmente egoísta com sua própria agenda, que procura reconhecimento ou controle. Usariam até um termo religioso, "jejum" e uma ocasião religiosa para conseguir que sua vontade fosse feita. Usariam passagens das Escrituras para pregar e dar uma conferência completa sobre valores morais para mostrar a você como você é má, e quão londe de Deus estão seus pensamentos em contraste com a bondade de Deus, já vitimizado. Em outras palavras, eles se arvorariam na posição do Mestre que está espiritualmente elevada, excedendo você, em lugar de serem os humildes servos de Deus que seguem o que dizem as Escrituras: "Nada façais por espírito de partido ou vanglória, mas que a humildade vos ensine a considerar os outros superiores a vós mesmos. Cada qual tenha em vista não os seus próprios interesses, e sim os dos outros".(Filipenses 2, 3-4)

Tenho notado que Jezebel tem muitas características. Ela assume qualquer personalidade desde que lhe permita alcançar seu objetivo. A outra fachada para manipular será esta de se fazer de Mártir em lugar de bancar o Mestre. Esta fachada de Jezebel tentará manipular a todos  acusando de serem maus com ela. Vão por aí fazendo você acreditar que estão sendo incompreendidos e que você está perseguindo sangue inocente, como Cordeiro Sacrificial ou sendo martirizados como os Santos Mártires. Tínhamos um que se comparava a Jesus, a Vítima Suprema, quando Jesus foi obrigado a deixar Israel por causa de Herodes. Esta pessoa da qual estou falando carregava o espírito de Acab, e era manipulado pelo espírito de Jezebel. As vezes, no entanto, ele carregava o espírito de Jezebel e através das suas características, eu comecei a acreditar que, como pessoa pode ter dupla personalidade, assim também poderia acontecer com os espíritos alojados dentro das pessoas. Acredito que esta pessoa carregava ambos os espíritos, no caso específico ao qual vou me referir, ele carregava os dois. Este líder do nosso grupo de oração tinha permitido a uma outra pessoa que tinha o espírito de Jezebel, assumir a direção não só das suas atividades espirituais, segundo seus próprios planos, mas também de nosso grupo de oração. Ele achava que proclamando o espírito de Jezebel como profeta e aquele que cura, isto lhe daria popularidade em um grupo de oração decadente e moribundo. Quando descobri e confrontei os dois espíritos, o líder que carregava o espírito de Acab tentou colocar a culpa em pessoas inocentes acusando-as de toda sorte  de coisas. É por isso que eu acredito que uma pessoa pode carregar ambos os espíritos. De Acab, ele se convertia em Jezebel, porque ele não tinha qualquer problema para mentir, desde que pudesse ganhar sua causa. Jezebel não tem qualquer problema para mentir.  Ela é conhecida como notória mentirosa. Este líder de nosso grupo de oração foi obrigado a afastar-se, não apenas do grupo de oração, mas do país onde vivia também, para evitar uma demanda judicial que lhe foi impetrada e que ainda está pendente. Embora ele tenha sido aconselhado a ir a um retiro de cura e libertação, ele recusou, agindo como se estivesse sendo atacado injustamente.  Assumindo um espírito de um mártir, infelizmente eles alistariam muitos na sua "causa".  Isto já os satisfaz sem se importarem de causar divisão e tornar-se uma abominação aos olhos de Deus.

É também muito comum alguém com o espírito de Jezebel aparecer na casa de alguém sem aviso, dizendo que o Senhor lhe disse que fosse orar por uma necessidade em especial. Eles se sentem compelidos a orar pelos outros, mas esta necessidade não vem de Deus.

Confrontando os espíritos de Jezebel e Acab
Quando o espírito de Jezebel é confrontado com a verdade, percebe aquele que o confronta como o inimigo.  Ele então contra-ataca com assaltos contra este "inimigo".  De fato, parece não ocorrer maior raiva do que quando uma pessoa controladora é confrontada. Esta pessoa jamais admitirá culpa ou abrirá mão da sensação de poder e retaliará contra aquele que a confronta.  A reação comum é a defesa quando a sugestão lhe é colocada.  Orgulho, com uma mistura de insegurança que é profundamente enraizada, não aceita correção, porque percebe toda a correção como rejeição. Portanto, você jamais ouvirá uma pessoa com um espírito controlador admitir que está errada. Sempre a culpa é de alguém.  Jamais é a confissão de culpa, contrição ou verdadeiro remorso. 

O espírito de Jezebel está em contraste com a vontade de Deus. Sua vontade torna-se Deus.  Sua vontade tem que ser feita, independente das conseqüências.  Não apenas Jezebel se apossou da autoridade, mas manipulou aqueles que estão em liderança. Ela usou mentiras e distorções.  Deus espera que alguém se coloque em Sua frente para confrontá-la. Muitos sucumbem ao espírito de Acab e simplesmente ignoram suas táticas. Eles pensam que afina de contas, ela é religiosa e trabalha duro na Igreja.   A maior fraqueza entre os líderes é o medo da confrontação.  Eles querem paz sem pagar o preço de confrontar a manipulação e táticas controladoras do espírito de Jezebel.

Eu lembro quando tive que confrontar pessoas com este espírito, a quantidade de acusações que subitamente saiam de suas bocas! O ódio que repentinamente se manifestava me lembrava quando no início eu fui atacada por Satanás. A terminologia era exatamente a mesma e é por isso que eu reconhecia Satanás nestas pessoas.  Antes disso, me tinham como amiga e eram apreciadoras da minha missão, mas depois de confrontá-las, me arrastavam pela lama e me chamavam de todo tipo de nomes, assim como de falsa profeta, e chamavam minha missão e testemunho de "lixo total".  O que é interessante é que todos reagem da mesma maneira!  O espírito de Acab, entretanto, reagia de outra forma.

É interessante como as reações de Jezebel são similares às de Satanás. Quando o diabo tentou se infiltrar dentro dos escritos no começo e eu o descobria, seu linguajar subitamente de "divino" se tornava vulgar.  As pessoas que me "amavam" tornavam-se fanáticas em destruir a mim e a minha reputação, após eu tê-las confrontado.

Às vezes, Jezebel temporariamente fica com remorso, mas logo ela volta às suas táticas controladoras.  No que se refere à oração, ela estaria orando para a sua própria agenda. Não há poder nisso.  A verdadeira oração fervorosa e intercessora faz os corações mudarem do orgulho e altivez para arrependimento e humildade; nada traz um maior golpe mortal ao espírito de Jezebel. Como é típico de uma Jezebel, ela se queixaria de que não estava sendo suficientemente apreciada. Na sua natureza egocêntrica iria a qualquer distância, mentindo e exagerando para parecer ser espiritual, afinal de contas sendo egocêntrica, ninguém é tão importante quanto ela própria.  Jezebel afirmaria insistentemente que sua decisão era o resultado de muita oração. Ela sabe como ganhar simpatia conseguindo chorar em um instante e enganar quase todo mundo.

Já o espírito de Acab é conhecido por abdicar da sua autoridade. Demonstra uma atitude mental que evita confrontação e nega suas faltas.  O espírito de Acab é fraco e medroso. Ama sua posição, mas teme confrontação. Trabalhando em conjunto, os espíritos de Acab e Jezebel silenciosamente formam um relacionamento co-dependente.  Ambos necessitarão e se alimentarão um do outro para atingir seus objetivos. Um pastor influenciado por um espírito de Acab precisará de ajuda de alguém com o espírito de Jezebel, para manter sua posição e firmar sua popularidade.  O pastor pode permitir que esta pessoa exerça seus "dons" para seu próprio interesse e ganhar popularidade a qualquer custo. Agindo assim, a qualquer fluxo anterior de verdadeira profecia que ali houvesse, lhe seria dada menor importância e finalmente seria silenciado.  Quando isto acontece, um vácuo espiritual é criado nesta Igreja.

 Surpresa, surpresa!
Um dia, um dos nossos grupos de oração teve uma reunião privada para tratar de certos planos para o futuro.  Naquele dia, inesperadamente, entraram dois cavalheiros que não eram muito conhecidos e eles proclamavam que tinham o dom da profecia. Quando eles entraram, já no meio dessa reunião, ninguém lhes disse nada. De fato, alguns estavam até felizes de tê-los por perto, pensando que pudessem ter sido enviados por Deus para resolver os problemas que eles estavam tratando. Infelizmente, o diretor espiritual daquele grupo específico tinha os promovido secretamente, influenciando todo o grupo para que acreditasse neles, sem saber que ambos carregavam o espírito de Jezebel.  Estes dois não tinham porque estar nesta reunião, mas se convidaram a si mesmos e ficaram. Em um instante iniciaram uma comunicação com o Divino e "mensagens divinas" começaram a surgir dirigidas a diversas pessoas que estavam lá. Estas mensagens lhes indicavam o que fazer. Ninguém insistiu para que fossem embora já que as "mensagens divinas", tão lisonjeiras e aduladoras, o que tornou mais difícil alguém fazer alguma coisa. Era uma armadilha do demônio. Ninguém se atreveu a confrontá-los. Muito depois, as pessoas que receberam aquelas "mensagens divinas" compreenderam que não tinham vindo de Deus.

A confrontação é realmente a única cura para lidar com o espírito de Jezebel. O problema é que muitas pessoas temem a confrontação, sabendo que o problema criará uma cena feia. Portanto, eles prolongam o inevitável.


Manipulação, controle e intimidação

Duas coisas têm sempre importunado a Igreja - controle e o desejo de dominar. Esta luta pelo poder tem sempre dividido e causado curto-circuito no poder da Igreja.

A maneira astuta e no entanto a mais comum pela qual o espírito de controle opera é através da manipulação. Manipulação é usada de várias formas, tais como: lisonja, auto piedade, insinuação para conseguir algo em troca, etc. O uso da manipulação para extrair dinheiro, por exemplo, vêm de muitas formas. A mais ridícula que eu tomei conhecimento foi, a da "vidente" que abriu uma casa de oração e colocou um cartaz declarando que quanto mais dinheiro a gente desse para esta casa de oração, menos riscos a gente teria de ir para o purgatório. Dar dinheiro levaria você direto ao céu. Infelizmente, muitas pessoas boas acreditaram nesta "vidente" e jogaram lá o seu dinheiro.  Sem temor ela usou o dinheiro para comprar um carro caro para ela e outro para o marido.   Quando um dia eu a confrontei, de amiga amorosa que era, ela se voltou para mostrar suas verdadeiras cores.  Acusou-me de falsa profeta e alertou a muitas pessoas que ela conhecia, que estavam lendo as inspirações da AVVD, para que queimassem os livros. Ela se deu o trabalho de tomar todas as medidas para destruir a mim e a minha missão. Eu compreendi que uma vez que você descobre e revela para todo mundo o espírito de Jezebel, aquele que o carrega surta e se torna o oposto da pessoa espiritual  que mostrava ser. Ele declara guerra e faz muito barulho com medo de que os outros perceba sua falsidade. Ela ligou para pessoas que eram nossos distribuidores nos Estados Unidos e lhes pediu que queimassem meus livros e vídeos, dando-lhes a melhor das razões, ou seja: "Deus me pediu que te avisasse" etc.

Munição é também outro tópico. As Jezebéis estão sempre colhendo munição. Elas adquirem informação que podem usar contra você caso venham a apenas começar a perder seu controle de poder. Tudo que tivessem coletado seria usado contra você sem piedade. Aqui tivemos um caso quando as Associações estavam sendo formadas. A esta pessoa da qual estou falando lhe foi dada grande autoridade nos nossos grupos, para tratar com os organizadores, minhas reuniões, as reportagens, um dos nossos jornais e outras coisas. Ele ganhou o respeito de um dos nossos sacerdotes mais próximos e tinha conseguido manipulá-lo até o ponto que, se eu não concordasse com ele, ele me reportaria ao Padre e o viraria contra mim. Se eu ousasse arrumar uma reunião tratando com o organizador diretamente, sem ir por meio dele, ele se queixaria ao Padre que brigaria comigo e me ameaçaria de demitir-se. Até me foi dito pelo Padre que confidenciasse tudo a esta pessoa, como a gente faz a um diretor espiritual ou a um confessor!  Ele fez com que o Padre me fizesse entregar-lhe toda a informação que eu possuía, senão ele me reportaria e eu teria roblemas. Ele tinha que estar informado de tudo.

Como se isto não fosse pouco, subitamente este homem começou a agir de forma estranha, declarando que ele também tinha locuções de Jesus. Ele entrava numa espécie de transe e dava ordens para todo mundo, declarando que estas ordens vinham do Próprio Cristo. Ele se fingia de profeta. Num retiro, ele juntava pessoas que eram do mesmo país que ele e tentava ganhá-las para seu lado, dizendo "Jesus me disse que me sigam a mim, e não a Vassula. Sua missão acabou". Seu objetivo era dividir nosso grupo e ganhar para seu lado tantos quantos pudesse. Chegou a ponto de afirmar: "Jesus me disse que seria eu que assumiria as mensagens da AVVD porque as mensagens terminaram para Vassula". Como se a AVVD fosse uma herança! Quando "repousava" no espírito entrava numa "crucifixão" dando-nos "mensagens divinas". Não adiantava que eu insistisse que tudo que ele recebia não vinha de Deus, uma vez que ele tinha o apoio total daquele padre que reunia o grupo.
No final, quando eu o confrontei junto com o Padre, virou um inferno. Perdi ambos. Para nós, não foi uma perda, mas um alívio nos ver livres daquele espírito de Jezebel; apenas sentimos ter perdido aquele Padre junto, pois era um bom Padre, mas, cego e manipulado  por aquele espírito. Muitos anos se passaram, e no final, este Padre, dando-se conta de seus erros, me contatou de novo. O outro homem, simplesmente desapareceu.

Portanto, quando as pessoas tentam manipular ou dominar a vontade dos outros, isto está em violação direta das leis de Deus e sob o domínio de Satanás.

Controle também é segurar informação. Uma Jezebel exerce seu poder sobre você quando conhece alguma coisa que você ignora numa determinada situação. Nos olhos de uma Jezebel, ter informação que você não tem é uma poderosa arma de controle.

Tentações
Tenho notado muitas vezes que quando se dá a uma pessoa uma responsabilidade maior do que a outras que trabalham nos nossos grupos, esta pessoa começa a ser tentada pensando que está isenta de correção. Igual ao caso anterior. É da maior importância permanecer humilde, ter o coração de quem serve e não de um tirano. O Ego, provavelmente mais que qualquer outro fator, impede a pessoa de tornar se responsável. Quando o ego não é trabalhado, alguém ao qual é dada responsabilidade começa a considerar se sem falhas ou faltas. Jesus é nosso exemplo, e Ele Se opõe aos orgulhosos. "Deus resiste aos orgulhosos, mas dá graças ao humilde", (1 Pedro 5:5). Qualquer um que é tentado a controlar deixa uma porta aberta ao espírito de Jezebel.

Uma característica marcante de um controlador é que ele tem que estar certo. Ele não tem tolerância para estar errado, e raramente, senão nunca, admitirá algum erro. O espírito de Jezebel nunca está errado, a não ser que seja uma admissão temporária de culpa para ganhar "favores" de alguém. Quando uma Jezebel pede desculpas nunca é um arrependimento verdadeiro ou reconhecimento de seu erro, mas sim, "sinto muito se seus sentimentos foram feridos".

Em um diálogo, ele distorcerá as coisas até o ponto de fazer você sentir necessidade de pedir desculpas por faze-lo tomar uma má decisão. Eu tenho também reparado algumas outras características do espírito de Jezebel.  O controlador sempre tomará para si os louvores de que alguma coisa pareça boa. Ele irá rapidamente passar por cima daqueles que tiveram o trabalho pesado e facilmente irá pisar nas pessoas, sacrificando toda etiqueta para ser ele a receber os créditos.

Espírito ou carne?
Jezebel é um espírito ou um trabalho da carne? Jezebel é um espírito, mas tem encontrado acesso através da carne sem estar crucificada. Você nunca vai ver uma pessoa com o espírito de controle admitir que está errado. Sempre será a culpa de alguém. Se você insistir na desculpa e confrontar o controlador, você provavelmente terá um grito como resposta, tal como, "Sim, eu estou errado. Eu sempre estou errado". Este extravasamento sarcástico está longe de ser arrependimento.

Fala de forma confusa

Uma de suas maneiras malandras de escorregar, uma vez confrontada, é tentar confundir você mudando o assunto cinco vezes em um minuto. A confusão a mantém "oculta". Portanto, é impossível conversar com uma Jezebel em termos lógicos. Escrevem várias páginas tratando de todo tipo de outras situações, exceto aquela com a qual você a está confrontando. O conteúdo seria tão vago que ninguém conseguiria entender nada. Se for uma conversa, simplesmente falam bobagens para enrolar e confundir você, jamais respondendo às suas perguntas. Neste caso você tem que repetir a pergunta e pedir-lhe que apenas a responda. Jamais o fazem.

Fala em monólogo
 

Muitas vezes aqueles que carregam o espírito de Jezebel falam sem parar. Tem necessidade de sentir poder e autoridade, e farão qualquer coisa para consegui-lo. Sentem que sabem mais que ninguém; portanto dominam todas as conversas. Jezebel costuma falar como uma forma de controle. Numa conversa típica, fala o tempo todo, seja de esportes, do tempo, ou do Reino de Deus. Devido a esta forma de controle, não consegue receber informação de qualquer pessoa na sua vida. Toda conversa com ela é monólogo. Você fica de ouvinte. E se em qualquer momento há uma pausa e você quer dizer algo, Jezebel se fecha e não presta atenção.   


Ego
Em lugar de verem a sim mesmos como servos dedicados nos assuntos de Deus, que num dado momento se prestaram voluntariamente a servir a Deus, se vêem a si mesmos como diretores executivos de uma grande empresa. Deus os vê mais como os mordomos. Deus é o Executivo Chefe. Suas atitudes ofendem tudo que está ao seu redor. Comandam as pessoas a sua volta, administrando os assuntos espirituais como um negócio ao invés do Reino de Deus. No mínimo, há grande necessidade de abater nosso próprio ego, e de humildade. Não há lugar para ego no Reino de Deus.

Não há dúvida que Deus nos escolheu para servi-Lo sem nossos próprios planos. Para muitos de nós, existe uma determinação de servir a Deus "à nossa maneira".

Devemos, portanto amadurecer e reconhecer Sua Liderança e compreender Suas palavras: "Eu sou a vinha, vocês são meus ramos Aquele que vive em Mim e Eu nele, dá muito fruto, pois sem Mim nada podeis".(João 15,5)

Algumas pessoas que tiveram uma mudança de coração e reconheceram a Deus como Número Um nas suas vidas estão determinados a servir a Deus à sua maneira. São solitários e não trabalham em grupo. Sem uma vida de oração, não haverá consciência do que o Senhor está dizendo, e a passividade e a tepidez tomarão conta. Jesus não esteve na terra para levar a cabo Sua Vontade, mas para consumar a Vontade do Pai. Como crentes, devemos renunciar aos  nossos próprios planos e procurar consumar Seu propósito nas nossas vidas. O Espírito Santo é o Guia para revelar-nos Seu propósito.

Aprendemos como o espírito de Jezebel é cheio de ego e invejoso também. Desejar (invejar) os dons do Espírito dados a outros para sua própria glória é um pecado. Parece o pecado de Caim sobre Abel. Abel era agradável a Deus, e por motivos egoístas e inveja, Caim cortou a garganta de Abel.  Aqui estou chamando a atenção daqueles que ouvi dizendo às pessoas: "Vão para casa e pratiquem falar em línguas". Como se pudesse treinar este dom dado pelo Espírito Santo como se fossem lições de piano! Lembro dum jovem Sacerdote que pediu ao nosso grupo de oração que viesse a ele freqüentemente para treinar o dom de línguas. Quando nada estava acontecendo após algumas "lições", ele culpou o grupo dizendo que entre eles havia uma pessoa maligna que bloqueava o fluxo do Espírito, e os expulsou!
Recentemente escutei que num dos nossos grupos alguém vai a aulas de profecia: em outras palavras, para aprender a profetizar. Será que chegamos a isso? Quanto mais podemos nos desviar das Escrituras? Pois isto é desvio e má interpretação da palavra de Deus. O Espírito Santo não troca nem vende seus dons, mas os dá livremente a quem Ele escolhe. O dom de línguas é um nível de oração que é mais elevado que o nível natural de oração. "Porque aquele que fala em línguas não fala aos homens, mas a Deus, pois ninguém o entende; entretanto, no espírito fala mistérios" (1 Coríntios 14,2) Claro que São Paulo diz que seria melhor que houvesse alguém que pudesse interpretar esta linguagem para o benefício da Igreja e continua dizendo que essa profecia é mais valiosa porque a igreja se beneficia dela.

Quando um crente ora em línguas, está dando uma volta nas limitações de seu cérebro e falando a Deus no Espírito. De fato, o mesmo acontece com todos os dons do Espírito-profecia, palavra de sabedoria, palavra de conhecimento, etc. Nenhuma manifestação do Espírito é produto do cérebro, mas antes, um dom e manifestação do Espírito Santo.

Portanto, alerto a qualquer um que for a "lições especiais" que o Espírito de Deus é Quem dá.

Termino com o seguinte; Quero adicionar que muito do contexto deste artigo foi extraído dos livros de R. T. Kendall que escreveu dois volumes sobre este espírito de Jezebel. O começo deste artigo tem passagens tiradas duma carta informativa dum Padre Ortodoxo. O resto vem das minhas próprias experiências.

Embora esteja no meio de fazer as malas para a mudança e são 6:00 pm da tarde antes de deixar definitivamente Roma, consegui terminar este artigo. Devido à pressa, por favor, desculpem meus erros, Inglês ruim, e quiçá passagens repetitivas. O objetivo deste trabalho é para nosso benefício. Leia atentamente e veja se algum de vocês pode estar mostrando alguns sintomas deste espírito. Se acharem que se reconhecem em alguma parte, lembrem que tudo não está perdido, mas existe uma larga porta de escape que é: O ARREPENDIMENTO.

Deus abençoe a todos,
Em Cristo,
Vassula
                                                                                                          
Fonte: http://www.tlig.org/pg/pgforum/pgnuforum034.html 
www.tlig.org/pg.html

.

.

PROMESSAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS CRISTO

AOS QUE DIVULGAREM AS MENSAGENS DAS APARIÇÕES DE JACAREI (COMUNICADAS NOS DIAS 13 E 16/MARÇO/2005 )

1ª) Não serão flagelados, quer pela miséria espiritual, quer pela temporal.
2ª) Serão protegidos por minha Mãe Santíssima e por Mim durante toda a sua vida.
3ª) Serão protegidos por Nós na sua morte, e diretamente encaminhados para o Paraíso.
4ª) Serão colocados entre os mais belos e sublimes Serafíns do Paraíso.
5ª) Estarão sempre mergulhados em profundo êxtase divino no Paraíso, contemplando os Mistérios Divinos, e deles recebendo a luz e a felicidade sem fim.
6ª) Na vida e na morte tudo obterão dos nossos Corações, e sempre serão confortados por Nós.
7ª) Libertarão, no dia 7 de Fevereiro de cada ano, uma alma de um parente a sua escolha, do Purgatório, mesmo que sejam de antepassados seus dos quais até desconhecem a existência.

IMACULADA CONCEIÇÃO - AVE MARIA PURÍSSIMA, SEM PECADO CONCEBIDA !!!

IMACULADA CONCEIÇÃO -  AVE MARIA PURÍSSIMA, SEM PECADO CONCEBIDA !!!

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...